terça-feira, 22 de setembro de 2009

Desenvolvimento e Importância do estudo da química

Olá

Neste marcador deve ser postado como comentário seus textos contendo a o desenvolvimento do estudo da química desde alquimia e sua importância como ciência hoje.

Para escrever seu texto clique em COMENTÁRIO abaixo.

Até mais

Prof. Daniel Raber

57 comentários:

  1. A concepção dos alquimistas do universo vivo e compreendido por meio de signo e símbolos começa a romper-se no século XVII, dando lugar a uma interpretação quantitativa e mecanicista do mundo e da matéria.
    A interpretação quantitativa foi possível graças ao aprimoramento de instrumentos de medida, como a balança.
    As concepções utilizadas para descrever a natureza, são chamadas modelos. Não existe model certo nem errado: ou ele funciona, isto é, descreve os fatores observados e permite prever novas observações, ou ele não funciona, nesse caso é reformulado ou abandonado.
    Dominaremos as idéias de Boyle acerca da constituição da matéria, resumidas nos postulados seguintes, de modelos atômicos. Como esse modelo iniciaremos nosso estudo da química.
    • A matéria é formada por entidades extremamente pequenas chamadas átomos.
    • Os átomos são indivisíveis.
    • Existem diferentes tipos de átomos.
    • Os átomos podem se combinarem de diferentes maneiras formando agregados atômicos.

    A química é a ciência que estuda a matéria, suas características e transformações.
    O conhecimento das propriedades da matéria permite que seu uso adequado e a identificação e distinção de diferentes tipos de matérias.
    Chamamos propriedades macroscópicas dos materiais, aquelas propriedades que podemos observar medir, comparar. Elas são o reflexo da estrutura microscópica dos materiais, isto é, dependem dos tipos de átomos presentes e da maneira pelo qual eles estão dispostos nos materiais.
    Como o mundo atômico não pode ser diretamente observado, os químicos, com base em dados experimenteis, elaboram vários modelos que permitiram descrever o comportamento da matéria.
    A importância da Química é cada vez mais crescente para o meio ambiente. Encontrar soluções para o paradigma entre a necessidade de consumo dos recursos naturais e sua preservação é um dos papéis importantes da Química de hoje. Algum exemplo da atuação da Química pode-se citar como a produção de produtos biodegradáveis, recuperação de rios poluídos, a reciclagem de resíduos, o tratamento de esgotos e outros.
    A importância da química para a biologia e a medicina é reconhecida desde os primórdios Exames químicos de grande sofisticação são crescentemente utilizados para o diagnóstico de doenças e uns grandes números de fármacos estão à disposição da terapêutica. Os antibióticos, por exemplo, são substâncias naturais ou sintéticas, cujas moléculas dos nossos tecidos das bactérias invasoras, e afetam especificamente essas últimas.
    Entre os materiais cuja síntese depende de técnicas e conhecimentos químicos estão cerâmicos de vários tipos, fibras óticas, semicondutores, pigmentos fluorescentes, tintas especiais, plásticos e ligas ferro magnéticas
    O principal interesse dos astrônomos hoje, volta-se para a natureza química dos objetos celestes. A astronomia planetária, em particular, é dominada pela química.
    Na verdade Podemos dizer que tudo à nossa volta é química, pois todos os materiais que nos cercam passaram ou passam por algum tipo de transformação. A química proporciona progresso, desenvolvimento e através do uso dela que suprimos as necessidades: O uso de materiais de limpeza e higiene, roupas de fios artificiais, desenvolvimento da indústria farmacêutica, fertilizantes e pesticidas para plantação, produtos industrializados cuja obtenção depende de transformações químicas como plásticos e por aí vai.

    Marcelino Junior Turma:21
    23/09/09

    ResponderExcluir
  2. A evolução da Química

    Os desenvolvimento político e social das cidades e a idéia de uma força superior aos deuses, conduziram à uma busca de leis que explicassem as forças naturais.
    A diversidade de materiais na natureza resultaria das diferenças entre os átomos e das infinitas maneiras como podiam ser combinados.
    Essas idéias deram origem a Alquimia. Os alquimistas estavam em busca da pedra filosofal, que teria poderes de transformar metais em ouro e era o elixir da vida.
    Os alquimistas introduziram e aperfeiçoaram técnicas de metalúrgica. Na tentativa de provar sua crenças, examinaram e testaram praticamente todas as substâncias conhecidas, desenvolvendo assim boa quantidade de conhecimento básicos relativos às propriedades de várias drogas e compostos químicos.
    Até o século XVII a ciência era muito filosófica, apenas depois se transformou em algo experimental, criando assim a química que conhecemos hoje. Foi Laurent Lavoisier ( “o pai da química”) quem estabeleceu um marco no surgimento da química moderna.
    A química sem dúvida proporcionou progresso, desenvolvimento e bem- estar a nossa vida. O ensino da química deve ser participativo, com raciocínio lógico, verificando conclusões verdades, e construindo através do diálogo entre teoria e prática, ou seja, a razão aplicada a experimentação.


    Bibliografia:

    - Livro do professor, Química, Sardella, editora Ática. Série Novo ensino Médio, volume único.

    - Química, volume único / Olímpio Salgado Nóbrega, Eduardo Roberto da Silva, Ruth Hashimoto da Silva; editora – São Paulo: Ática, 2005




    Bárbara Albasini, Bárbara Leite, Joseane. T:31

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Um pouco de história
    Os primeiros materiais utilizados pelo ser humanoforam, madeiras, ossos e pele, para transforma-los em ferramentas e objetos.
    Desse modo, a utilização e transformações dos materiais e do domínio ao fogo significaram um grande passo para a humanidade.
    Passaram então a desenvolver seus conhecimentos práticos, que usados e aprimorados, levaram ao desenvolvimento de técnicas como fermentação, curtição, tingimento, vitrificação e metalurgia.

    Os metais na História.
    Os primeiros metais que o ser humano utilizou (6000 a. C.) foram o ouro e o cobre, que podiam ser encontrados praticamente puros na superfície do solo. Acredita-se que, ao acender fogueiras em regiões ricas em minérios, tenha observado a separação do metal.
    A primeira liga de metais utilizado foi o bronze, formado por cobre e estanho.
    As descobertas metalúrgicas tiveram tal importância que, durante muito tempo, foram utilizadas para classificar o desenvolvimento humano em três períodos; Idade do Cobre, anterior a 3.000 a. C.; Idade do Bronze, entre 3.000 a. C. e 1.100 a. C.; Idade do Ferro, de 1.100 a.C. em diante.

    Procurando explicações.
    No século V a. C. a diversidade de materiais na natureza resultaria das diferenças entre os átomos e das infinitas maneiras como podiam ser combinados. Com essa concepção explicavam também a alma humana, ela seria formada por átomos leves, lisos e redondos. Pela respiração a alma trocava átomos do organismo por outros situados fora deles.

    A teoria dos quatro elementos.
    Um dos mais poderosos e influentes pensadores da Grécia foi Aristóteles, ele rechaça o atomismo de Demócrito e aperfeiçoou a teoria dos quatro elementos de Empédocles acrescentando um quinto elemento; a quintessência ou o éter. Essa seria a base do mundo material e existiria apenas potencialmente até tomar a forma que daria origem aos outros quatro elementos que se distinguem entre si por suas qualidades; calor, frio, secura e umidade.

    A Alquimia.
    Os alquimistas utilizaram a teoria dos quatro elementos para explicar as varias formas de composição da matéria. Entretanto, a manipulação da matéria, que ocorria havia milênios na oficina do artesão e que continuaria ocorrendo no laboratório do alquimista, baseava-se em conhecimentos anteriores, impregnados de magia, que conflitavam com a teoria de Aristóteles.
    Acredita-se que os alquimistas nunca foram bem sucedidos em transformar metal em ouro. Na tentativa de suas crenças, examinaram e testaram praticamente todas as substancias conhecidas, desenvolvendo assim boa oportunidade de conhecimentos básicos relativos às propriedades de varias drogas e compostos químicos.
    Entre os séculos XVI e XVII desenvolveu-se importante etapa da alquimia. Foi nessa época que seus adeptos articularam os conhecimentos experimentais e filosóficos da medicina.

    A química.
    A concepção dos alquimistas de um universo vivo e compreendido por meio de signos e símbolos começa a romper-se no século XVII , dando lugar a uma interpretação quantitiva e mecanista do mundo e da matéria.
    A química está presente na constituição da Terra desde a sua superfície até a sua parte mais profunda e também na camada gasosa que a envolve.
    Pode-se dizer que tudo à nossa volta é química, pois todos os materiais que nos cercam passaram ou passam por algum tipo de transformação. Contudo é comum ouvirmos comentários que depreciam essa ciência, relacionando-a a desastres ecológicos, poluição e envenenamento (agrotóxicos).
    Esses fatos, infelizmente, encobrem as importantes conquistas do ser humano, pelo conhecimento químico. É papel do químico e de todas as pessoas da ciência descobrir meios que substituam, por exemplo o uso de combustíveis fósseis,(petróleo, carvão), carvão vegetal, agrotóxicos, etc.que degradam nosso ambiente. Entretanto é papel da sociedade acabar com os interesses de alguns e exigir que esses meios sejam postos em prática para o bem de todos.Não se admite hoje que a Química como uma ciência predominante prática- ela é ciência, e como tal é raciocínio.

    Jordana Dias de Castro. T;32

    ResponderExcluir
  5. Da Alquimia à Química:
    Os metais utilizados para a fabricação das mais diversas peças,são obtidos desde a Pré-História por meio de transformações feitas pela metalúrgica.
    Com o domínio do fogo,foi possível transformar os alimentos em pratos mais saborosos.
    Os processos de curtição da pele de animais para a confecção de vestuário são de domínio da civilização humana desde os seus primórdios.
    Esses processos consistem na transformação de couro para que esse alcance as propriedades adequadas à utilização.
    A fermentação é uma transformação química processada por microorganismos.
    O desenvolvimento de técnicas de fermentação propício a obtenção de vários tipos de bebidas e alimentos.
    As transformações químicas-transformação de uma substância em outra-sempre fascinaram a humanidade. A partir dela surgiram processos que ajudaram a melhorar à vida no planeta.
    Os egípcios desenvolveram técnicas de extração de corantes de vegetais,e os delicioso,distração de tintas de molúsculos.
    Essas técnicas ritualísticos foram se somando a conhecimentos de diversos sábios,dando origem a alquimia.
    *O tesouro dos alquimistas-A Alquimia passou para a história por seus ideais inatingíveis:a busca de uma formula que poderia transformar metais e ouro,a chamada transmutação,e de um elixir da longa vida,que permitiria a imortalidade.
    Hoje não somos imortal mas temos uma espectativa de vida cada vez maior,graças aos medicamentos descobertos pelos cientistas.
    E as conquistas tecnológicas obtidas pelas sociedades trouxeram riquezas e melhor qualidade de vida para varias pessoas.

    Natyele Klemann e Natiele Land T :32

    ResponderExcluir
  6. LUCAS CARDOSO (COFF)

    O estudo do desenvolvimento da alquimia

    É mais aceito que a alquimia tenha começado e se desenvolvido em Alexandria.
    O grande objetivo da alquimia, era concretiza a existencia da teoria do Eter, da teoria dos 4 elementos, das existencia da Pedra Filosofal, da existencia do Elixir da Vida.
    a alquimia se desenvolveu de tal maneira que se tornou a quimica como hoje é conhecida.
    Sobre a origem da alquimia ha muito mistério e obscuridade, a hipotese de que ela tenha surgido no egito é a mais provavel, mais a relatos de que seus principios teriam sido utilizados pelos chineses em tempos mais remotos, o que não deixa, por tanto, certeza absoluta a respeito de sua data exata de inicio e de transição para quimica moderna.

    Os Alquimistas mais famosos

    Eses foram os principais alquimistas,que contribuiram para o desenvolvimento da alquimia.
    São eles:

    Flamel: Nicolas Flamel nasceu em 1330 em Pontoise.
    Suas obras foram: O livro das figuras hieroglificas (1399), o Sumário Filosófico (1409) e Saltério Quimico (1414).

    Roger Bacon: Foi um dos sabios estudantes da alquimia, realizando até mesmo transmutações metálicas.
    Suas obras foram: Alquimia maior, Sobre o Leão verde, Breviario do Dom De Deus, O Segredos dos Segredos, alem de outros.

    Newton: Isaac Newton, fisico e matematico inglês, foi um dos maiores genios de todos os tempos. Desde pequeno já tinha uma enorme inteligência, resolvia problemas e criava enjenhos. convencido por seus amigos, publico a obra Philosophiea Naturalis Principia Mathematica.

    Nostradamus: foi médico, alquimista e astrologo. Nasceu no dia 14 de Dezembro de 1503 em St. Remy.

    Paracelso: Publicou diversos livros sobre a origem das enfermidades, tomando parte de 3 guerras para especialisar-se cirurgião.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Em busca de sobrevivência-Taoana e Eloisa T :31

    No início de tudo o homem utilizava o que tinha a sua volta para sobreviver (pedras,ossos,pedaços de madeira).
    Com a descoberta do fogo nossos antepassados foram percebendo transformações,mudando o sabor,a cor e a textura dos alimentos.O que diminuía a mortalidade ,pois microorganismos encontrados na carne eram em parte extintos.Além de utilizarem o fogo para se aquecer e cozinhar alimentos,utilizavam também para manter os animais longe das “aldeias”.Só depois os japoneses descobririam a pólvora.
    Também descobriram como fazer potes de barro,deste modo facilitando para beber água e armazenar alimentos e logo depois até fornos de barro(Egito).
    Foi um passo a mais para entrarmos na civilização.
    Acreditavam que nada acontecia por acaso ,tudo acontecia devido as suas crenças (podendo dizer assim “quase religiosa”)algo parecido com Deus sol,lua etc.
    Para eles esses “Deuses ” respondiam com fenômenos da natureza (raios,trovões e chuva.)
    Até mesmo as pinturas que faziam nas paredes de cavernas,representam transformações químicas que ao longo do tempo eles foram aperfeiçoando,contudo havia também ervas naturais que eles utilizavam para curar enfermidades o que também necessitou de pesquisa,da maneira deles mas pesquisa.
    O fato de alguns serem nômades atrasou o processo de evolução,só depois que eles deixarem de ser nômades que puderam perceber o processo de transformação dos alimentos que consumiam.
    Sendo assim concluímos que as transformações vieram ocorrendo desde o princípio da vida e sem entendermos o passado não podemos entender o presente e melhorar o futuro.
    A ciência hoje evoluiu radicalmente,em termos de tecnologia e conhecimento,explica praticamente tudo que aconteceu ou que pode acontecer.


    Bibliografia:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_da_qu%C3%ADmica#Primeiros_avan.C3.A7os_da_qu.C3.ADmica

    Livro:
    Noruega,Olimpo Salgado
    Química volume único

    ResponderExcluir
  9. Os metais na história
    Os primeiros metais que o ser humano utilizou(6000a.C. a 4000a.C.)foram o ouro e o cobre,que eram encontrados praticamente puros na superfície do solo.Pois então apartir de 3000a.C. oser humano aprendeu a extrair metais,como o cobre e o estanho,de seus minérios.Acreditava-se que ao acenderem fogueirasem regiões ricas em minérios,assim se observav a separaçãodo metal,que aprimorava técnicas para sua obtenção.
    Acuriosidade levou-o a tentar obter metais também de misturas de rochas,que chegou na preparação de ligas(materiais formados por misturas de metais).A primeira liga utilizada foi o bronze,formado por estanho.
    Apesar de já ser conhecido em 3000a.C. o ferro somente começou a ser usado com mais frequência apartir de 1400a.C. as descobertas metalúrgicas tiveram tal importância que foram utilizadas para classificar o desenvolvimento humano em trÊs períodos:Idade do Cobre,anterior a 3000a.C.;Idade do Bronze,entre 3000a.C. e 1100a.C.;Idade do Ferro,de 1100a.C. em diante.
    A sociedade que se desenvolveu em função da mineração e da metalúrgica manteve a visão mágica e sagrada do universo que herdou das sociedades agrícolas e caçadoras.Para o ser humano dessa época os metais,protegidos pelos espíritos,desevolviam-se como sementes no ventre da terra.
    A diversidade de matérias na natureza resultaria das diferenças entre oa átomos e das infinitas maneiras como podiam ser combinados.Com essa concepção explicavam também a alma humana:ela seria formada por átomos leves ,lisos e redondos.O rompimento desse fluxo provocaria um espalhamento dos átomos da alma.

    Adriane,Mirian e Vivivane T32

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Química:-Paloma,Andrina e Luana T:31
    A química estuda a natureza da matéria, suas propriedades, suas transformações e a energia envolvida nesses processos.
    Apesar de se ter conhecido manifestações químicas muito antes da Idade Média foram os alquimistas que contribuíram para o desenvolvimento da química. A química nos proporcionou progresso, desenvolvimento e bem-estar.É papel do químico e de todos os homens da ciência descobrir meios que substituam o uso de combustíveis fósseis como o carvão,e o petróleo, por exemplo que degradam o meio ambiente. É função da sociedade também acabar com os interesses de alguns e exigir que esses meios sejam postos em prática para o bem de todos.
    A química é uma ciência construída através do diálogo permanente entre teoria e prática, ou seja, a razão aplicada à experimentação.
    Podemos dizer que tudo à nossa volta é química, pois todos os materias que nos cercam passaram ou passam por algum tipo de transformação.

    ResponderExcluir
  12. Desenvolvimento da Química
    A química estuda a natureza da matéria, suas propriedades, transformações e energia.
    Apesar de se ter conhecimento de manifestações químicas muito antes da idade media, foi os alquimistas (de 300 a 1400) que contribuíram acentuadamente para o desenvolvimento da química.
    A partir do século XVII, a ciência se transforma tornando-se mais experimental e menos filosófica. Surgi então a necessidade de um aprofundamento das relações matemáticas, de novos experimentos com aparelhagens mais precisas, de troca de informações e uma maior organização.
    A partir de então, começou a surgir um grande numero de trabalhos importantes como no século XIX, aplicação da química a biologia e no século XX foi descoberta a estrutura do átomo.
    Podemos dizer que tudo a nossa volta é químico, pois todas as matérias que nos cercam passaram ou passam por algum tipo de transformação.
    A química é uma ciência construída através do dialogo permanente entre teoria e pratica, ou seja, a razão aplicada a experimentação.

    ResponderExcluir
  13. Alquimia
    Os alquimistas buscavam a riquesa atraves da pedra filosofal e queriam viver muito para dar riquesa a eles.
    No periodo de 300 a 1400 desenvolvel-se, Zozimo de panapolis nascido em Alexandria no ano de 300 considerado a primeiroalquimiosta egipcio, para ele a alquimia era uma tecnica sagrada que transforma os metais em ouro ou desencarnação de espiritos e outras substâncias.
    Tal substancia era o elicis longa vida, uma pedra filosofal que daria vida eterna. Na tentativa de provar sua existencia textavam e examinavam varias substancias conhecidas, desenvolvendo assim varias “drogas” ( remedios ) e compostos quimicos.
    A teoria dos quatros elementos : Fogo, ar, terra e agua.E a base do mundo material, tomando outras formas, origindop suas qualidades : calor, secura, frio e umidade.
    Da alquimia a quimica :
    Os alquimistas buscavam a transmutação de metais, outros buscavam o elixir da longa vida. Ao misturarem estratos de plantas e substancias tiradas de animais, nossos primeiros quimicos, com seus experimentos, eles davam inicio a uma ciencia. Sendo descoberto nos produtos, o homem foi aprendendo a sintetizar elementos presentes na natureza, a modificar a composição de materiais. Assim a quimica se toma importante para a nossa vida.
    Sem a quimica, não teriamos atingido o atual estagio cientifico, permitindo o homem deslocar-se a velocidade do som, produzir alimento em qualquer lugar, tornar a agua do mar potavel, desenvolver medicamentos para doenças que são consideradas incuraveis. Mostrando que Quimica e vida.


    Principio da Quimica
    A primeiraQuimica usada foi o fogo. Há indicios de que fazem mais de 500.000 anos que algumas tribos conseguiram este sucesso que ainda hoje é uma dastecnologias mais importantes. Dava luz e calor na noite e protegia contra animais selvagens e cozinhar os alimantos, baixando a mortalidade apartir então e melhorando as condições de vida gerais.
    A importancia da Quimica
    Existem muitas ciencias, por que existem varias formas de focalizarmos o Universo. Quimica e uma das ciencias fisicas e estuda a materia e suas transformações. Desde que materia é o material que compõe o universo, tudo aquilo que vemos ou usamos faz parte dos estudos quimica. O nosso corpo é uma fabulosa fabrica quimica. De fato, a quimica esta tão envolvida com todos os aspectos do nosso contato com o mundo material que podemos pensar na quimica como sendo uma ciencia central, uma parte de nossa cultura, tendo influencia em todos os aspectos de nossas vidas.
    A Quimica do dia-a-dia
    A quimica nos acompanha 24 horas por dia. Ela esta presente em praticamente todos os produtos que utilizamos no dia-a-dia. Do sofisticado compotador a singela caneta esferografica, do possante automovel ao carrinho de brinquedo, não ha produto que não utilize materias-primas fornecidas pela industria quimica.
    Nosso cotidiano seria realmente muito mais difecil sem a quimica. E para ajudar o homem a ter mais saude, mais conforto, mais lazer e mais segurança que a industria quimica investe dia-a-dia em tecnologia, em processos seguros e no desenvolvimento de novos produtos. O resultado é progresso.
    A Quimica é um importante instrumento para o desenvolvimento sócio-economico de um país. O desenvolvimento de novos medicamentos, defensivos agricolas, novos materias para aplicações médicas e eletronicas dentre outros, cujos beneficios foram plenamente absorvidos pela sociedade. A Quimica esta completamenteinserida no panorama economico de qualquer país, por se tratar de area de grande importancia economica da balança comercial, e no Brasil é geradora de milhares de empregos.
    Nomes : Larissa Rocha, Melina Tegner, Paulo Cesar, Roselaine Henrique e
    Tailane Elias

    ResponderExcluir
  14. Hoje em dia a química se baseia em Best Sellers como Harry Potter, O Código da Vinci,O Alquimista, etc..
    Mas antigamente combinava elementos de: química, física, medicina, religião, etc..
    Seus principais objetivos eram:
    O elixir de Longa Vida.
    Transmutação de metais inferiores em ouro.
    Esses objetivos poderiam ser alcançados ao obter a Pedra Filosofal.
    O terceiro objetivo era criar uma vida humana artificial, os homunculus.
    Mas o Elixir e a Pedra Filosofal são apenas elementos simbólicos, que na verdade nunca existiram a não ser em filme, séries e itos.
    Alguns dizem que a palavra alquimia vem da expressão "al khen".
    Alguns Alquimistas:
    Alberto, O grande.
    Fulcanelli.
    John Dee
    Lavoisier
    Nicolas Flamel.
    Nostradamus.
    Paracelso.

    Em 1860 alguns cientistas já haviam descoberto mais de 60 elementos químicos diferentes, e já haviam determinado sua massa atômica.
    A química surgiu por volta do século XVII a partir do estudo do alquimista da época.
    Mas só foi explorando mais o fundo e um século depois pelo francês Antoni Lavoisier e seus descobertos em relação ao Oxigênio com o Carl Wilhelm Scheele, com à lei da conservação da massa e a teoria da combustão.

    Amanda da Silva Manéa.
    Kauane Bardina.
    Augusto.
    T:12

    ResponderExcluir
  15. Suellen G/ Amanda P. T: 32
    Os primeiros metais que o ser humano utilizou (6000 a.c a 1000 a.c) foram ouro e cobre, que podiam ser encontrados praticamente puros na superfície do solo.
    A Partir de 3000 a.c o ser hmano aprendeu a extrair metais, como o cobre e o estanho de seus minerios. Aperfeiçoaram tecnicas para a sua obtenção. A primeira liga utilizada foi bronze, formação por cobre e estanho.
    O ferro somente começou a ser utilizado com mais frequencia a partir de 400 a.c. Obtido de seu minério passou a ser empregado na fabricação de aço, uma liga fomrada por carbono e ferro. A ideia de transformar a matéria aparentemente se estabeleceu no pensamento humano nos primórdios da prática da metalúrgia.
    A quimica é muito importante porque a partir de muitas descobertas que foram feitas melhoraram nossas vidas.

    ResponderExcluir
  16. Quimica:Anderson, Gabriel, Willian.
    Turma:T32

    As transformações químicas sempre fascinaram a humanidade. A partir delas surgiram processos que ajudaram a melhorar a vida no planeta.
    Os egípsios desenvolveram técnicas de extração de corantes de vegetais e tintas de moluscos.
    Essas tecnicas foram se somando a conhecimento de diversos sábios dando origem a alquimia.
    Acredita-se que a palavra "química" tenha surgido nessa época. Alguns consideram que veio do egipio "khemeia", até relacionada com mistério, supertição, ocultismo e religião, outros pensam que veio do grego "Chyma" que significa ,oldar metais.
    Hoje em dia as transformações químicas não são estudada apenas pelos quimicos mas também por pessoas comuns, como um cozinheiro por exemplo, que mistura os temperos em busca de melhorar o sabor do alimento.
    Da mesma forma que podemos dizer que a tecnologia surgiu após as primeiras ferramentas criadas pelo homem também dizemos que a química veio a partir dos primitivos pegando tintas de plantas e moluscos.
    Todo esse desenvolvimento tecnológico surgiu devido a novas necessidades humanas e esta associada também do desenvolvimento científico.
    Sendo a química a mais importante para a medicina.

    ResponderExcluir
  17. Quimica...
    é a ciência que trataa das substâncias da natureza dos elementOs que as constituem,de suas caracteristicas de suas propriedadees,combinatórios de processOs de obtençãO,de suas aplicaçoes e de sua identificacãO'...
    Estudaa a maneira que os elementOs se juntam e reagem entre si,bem comO a energia desprendidaa ou absorvidaa durantee estas transformaçôes.
    Diferentemente da fisicaa, que se dedicaa a um estudO integral da matéria,sua naturezaa e das leis fundamentais que a regem.
    O interesse principal da quimicaa é focar na estruturaa principal da organizaçaO da matériaa:o átomo...

    Para que serve a quimicaa?
    Paraa absolutamentee tudO...
    A nossaa vidaa naum seria nem sombraa do que é sem a quimicaa.
    Alguns exemplos:aromatizantes,vestuariO, rendimentO de motores,refrigerantes,gases com oxigênio,liquidO e gasoso,polvoraa extintores etc...

    t:11
    Franciele...
    Natália...

    ResponderExcluir
  18. A história da Química esta diretamente ligada ao homem, já que fala de todas as matérias e teorias correspondentes.Apesar de não ser considerada uma ciência por misturar métodos científicos com com o misticismo e a religião.É considerada a mãe da Química, pois surgiu a partir das experiências e descobertas feita pelos alquimistas no século XVI.Desde modo foram assentados os princípios básicos para o desenvolvimento de uma futura química experimental. Mas na verdade, todos nós sabemos que a química que conhecemos surgiu com Lavosier um século depois . O grande desafio da química é o desenvolvimento de uma coerente explicação do complexo comportamento dos materiais. Hoje a química envolve o estudo da composição e da geometria estrutural das substancias.
    Nomes: Patricio, Diego e Patrick. Turma:12

    ResponderExcluir
  19. O Desenvolvimento da Química

    Entre o período de 1300 e 1400, desenvolveu-se a alquimia, inicialmente em Alexandria, e o primeiro alquimista foi Zózimo de Panápolis, no começo da alquimia eles utilizavam os quatros elementos, tentando transformar metal em ouro, apesar de nao ser bem sucedido, estudaram a fundo todos os elementos desenvolvendo assim boa parte dos elementos químicos. Algumas técnicas dos alquimistas:
    -Calcinação: operação em que consiste em aquecer intensamente o metal
    -Cristalização: processo de obtenção de cristais
    -Destilação: processo de separação de misturas
    Os alquimistas acreditavam que toda matéria é uma mistura dos quatros elementos. Diziam que o ouro era o mais nobre dos metais e acreditavam que qualquer metal pode ser transformado em ouro.
    Entre os séculos XVI e XVII os adeptos da alquimia desenvolveram conhecimentos filosóficos e medicinais.
    Com a alquimia no século XVII começaram a romper-se algumas crenças místicas como signos e eles começaram a ter uma interpretação mais mecânica de alguns instrumentos de medida como a balança. Acreditavam que as leis naturais poderiam ser formuladas matematicamente.
    Robert Boyle (1627-1691) disse que a matéria poderia ser dividida a qual chamou átomo, disse também que eles estão sempre em movimento, haviam diferentes tipos de átomos, os átomos podem se combinar-se e formar agregados.
    A química é a ciência que estuda a matéria, suas características e transformações.
    O modelo de átomo mudou com o tempo várias vezes, desde, uma esfera indivisível até passar por um núcleo de carga positiva com elétrons "grudados", até chegar no modelo atual que conheçemos com prótons e nêutrons no núcleo e elétrons girando em sua eletrosfera.
    Neste vários anos de pesquisas feitas pelos alquimistas e pelos químicos foram desenvolvidos muitos métodos e conhecimentos sobre os elementos químicos e as partículas básicas que compõem todo nosso universo, a matéria, a energia, etc...

    Nomes: Lauro Alexandre, Leonardo Zanardi e Felipe Toss Turma: 11

    ResponderExcluir
  20. Surgimento da Química

    A química e a ciência da matéria, desde os tempos mais remotos estudar e compreender os fenômenos associados a transformação da matéria tem sido uma preocupação do ser humano
    Há sempre o cuidado de deixar claro que não existe uma explicação definitiva e verdadeira. A medida que se faz necessário, em função de novas propriedades observadas, as explicações são eventualmente modificadas ou os conceitos são reelaborados ,como de um elemento químico.
    A construção de um conceito químico pode ser feito por manipulação orientada ou controlada de matérias no laboratório. Na impossibilidade de realizar atividades contextualizada e caracterizadas pela sua participação ativa.
    Madeira, ossos, rochas e peles foram os primeiros materiais utilizados pelo ser humano. Apreendendo a transformá-los , nossos antepassados puderam fabricar ferramentas e objetos. Quando o ser humano dominou a técnica de iniciar e manter o fogo, ele pode provocar nossas transformações. O calor foi empregado para cozinhar, modificando a textura, açor e o sabor dos alimentos.
    A utilização e a transformação dos materiais e o domínio do fogo significam um grande passo para a humanidade. Somente depois de usar o fogo para obter luz e calor. O homem das cavernas se encaminhou para a civilização.
    As causas dos fenômenos naturais do mundo físico eram sempre atividades do mundo dos espíritos o homem primitivo se valeu de procedimentos impregnados de magia. Com esses procedimentos, ele acreditava poder submeter e controlar as forças naturais e persuadir os espíritos a cooperar.
    O mago tentava provocar a chuva porque notava a relação entre ela e o crescimento das plantações, percebia a relação entre a sobrevivência humana e o comportamento do mundo natural.
    A alquimia era técnica sagrada que trataria da transformação de metais em ouro e da encarnação ou desencarnação dos espíritos. Era admitida a idéia de uma substancia que, colocam em contato com qualquer metal, o transformava em ouro. Tal substancia que colocava recebeu os nomes de tintura, elixir e pedra filosofal, teria virtudes semelhantes as dos remédios; curar doenças e dar longa vida ate mesmo a eternidade.

    Nome: Caroline, Emerson e Jéssica
    T32

    ResponderExcluir
  21. A história da química

    O ouro e cobre foram os primeiros metais a serem utilizados pelo ser humano que depois começaram a extrair de seu minério o cobre e o estanho. Depois aprenderam que ascendendo fogueiras em regiões ricas em minérios podiam observar a separação do metal.O que os levou a tentativa de obter metais também de misturas formando ligas sendo a primeira delas o bronze formado por cobre e estanho.
    Em meados do VI ªc foram conduzidas leis que explicassem as forças naturais.Neste período surgiram diversas explicações. Tales disse que tudo se originou da água, para Anaxímenes se originou do ar,Empédocles disse a água, o ar, a terra e o fogo.
    A idéia de que o mundo se originou de por átomos era de Leucipo e seu discípulo Demócrito no séc V ªc.

    A alquimia.

    A alquimia é uma tradiçao antiga que combina elementos da quimica etc.
    na alquimia Existem três objetivos principais:
    · A transmutação do metal em ouro- manipulava substâncias químicas para conseguir novas substâncias.
    · O elixir- Um remédio que curaria todas as doenças e daria vida eterna a quem o ingerisse.
    Só que ambos objetivos so teriam resultados com a pedra filosofal.
    · Os homúnculos- criação de vida humana a partir de matéria inanimada.

    Acredita-se que ao tentar provar suas crenças testaram praticamente todas as substâncias.
    Porem percussores da química.

    quimica no dia-adia.

    Quando o nosso cérebro processa milhões de informações para comandar nossos movimentos, nossas emoções ou nossas ações, o que está ocorrendo é química
    Quando não houver mais química não haverá mais vida humana.
    Pois reações químicas ocorrem a cada segundo no corpo humano.
    A química nos acompanha 24 h por dia, a química esta presente praticamente em todos os produtos que utilizamos.

    Juliana e Bruna T12

    ResponderExcluir
  22. As pessoas acham que a quimica está em produtos perigosos, tóxicos ou venenosos ela realmente está porém não é só nessas coisas.
    Um exemplo é que algumas frutas do clima frio precisam se adpatar ao clima tropical dai possuem grandes quantidades de agrotóxicos.Hoje conhecemos mais a química como ciências e sabemos que é extremamente importante para a vida no nosso planeta, se não fosse os reagentes e produtos químicos seria dificil existir vida na Terra. Tendo uma junção de dois produtos diferentes da-se a origem de um novo produto diferente dos iniciais.O sol não existiria pois, visto que nele ocorre a cada segundo, milhões de reações. A quimica está no nosso dia- a- dia quando acordamos nosso organismo faz várias reações sem ao menos nos perceber ou saber. Sendo assim dá para perceber que a química está em quase tudo que se vê e até em muitas coisas que não dá para ser vistas, ou seja, a Química está não só em nosso planeta, mas sim em todo o universo. O desenvolvimento do nosso planeta em diversas áreas, é devido principalmente ao desenvolvimento e utilização da química que é hoje uma ciência nova; Porém também pode destruir o nosso planeta. O meio ambiente também está nas "mãos" da Química, visto que é os inúmeros produtos químicos que poluem os rios, lagos, florestas, e cidades do nosso planeta, mas também é desta ciência que vem a ajuda, ou seja, a solução para muitos desses problemas com poluição e degradação do meio ambiente. Da poderá sair a solução para muitos dos problemas enfrentados por todos. A química, é tudo que existe e se vê e o que não se vê também. A Alquimia era é ainda é uma tradição antiga que se combina elementos de química, física, astrologia,arte, metalurgia, medicina, misticismo e religião. Com três objetivos principais na sua prática: transmutação, exilir a longa vida ambos associados a PEDRA FILOSOFAL que é mostrada no filme Harry Potter. E o terceiro era criar os homunculus (uma vida humana artificial). Alguns estudiosos da alquimia admitem que o Elixir da longa vida e a pedra filosofal são temas simbólicos, que provêm de práticas de purificação espiritual. A alquimia foi praticada na Mesopotâmia, Egito Antigo, Mundo Islâmico, Pérsia, Índia, Japão, Coréia e China, na Grécia Clássica, em Roma, e na Europa. De ironia do destino, o desejo dos alquimistas de transmutar os metais tornou-se realidade. Ex: Alberto Magno, conseguiu preparar a potassa caustica. Foi o primeiro a descrever a composição química do cinabre, do alvaiade e do mínio. Raimundo Lúlio preparou o bicarbonato de potássio. E por ai se vai ...

    Componentes: Natan, Tamara, Taís e Pâmela TURMA: 12.

    ResponderExcluir
  23. A Química é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, de suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, suas aplicações e sua identificação. Estuda a maneira pela qual os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.
    A alquimia foi uma atividade prática vivida no século XIII, que teve muita importância na descoberta de novas substâncias e processos químicos, como a extração do mercúrio, as fórmulas para preparar o vidro e o esmalte, bem como noções sobre ácidos e seus derivados.
    Além destes avanços, a alquimia representou valiosas contribuições para a medicina, com a conhecida iatroquímica, que se destinava à preparação de drogas para serem utilizadas em doenças. Neste contexto, o nome de Libavius merece destaque pois sua obra foi de grande utilidade para a área médica.
    De forma geral, pode-se definir três objetivos básicos da alquimia. O primeiro e, conseqüentemente, mais importante é produzir a chamada Pedra Filosofal (ou mercúrio dos filósofos, entre outros diversos nomes) que seria uma substância obtida a partir de matéria-prima grosseira. Através da Pedra Filosofal seria possível atingir os outros objetivos, que seria a transmutação da matéria (metais inferiores transformados em ouro) e produzir o Elixir da longa vida, uma espécie de medicamento universal que tornaria a pessoa que fizesse uso, imune a qualquer doença. Os sábios alquimistas ocidentais afirmavam que a obtenção de ouro foi um fracasso pela falta de concentração e preparação espirituais dos que realizavam as experiências.

    Luan T;21

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Desenvolvimento da Química até os dias de hoje

    De uma forma abstrata, pode definir-se a química como a ciência que estuda as causas e os efeitos da distribuição, cedência e captura de elétrons entre átomos e moléculas e das relações entre os níveis energéticos dos citados elétrons nos átomos e nas moléculas.Desde tempos remotos que o Homem tem procurado conhecer o mundo que o rodeia utilizando, para tal, os recursos naturais ao seu dispor, extraindo e fabricando outros materiais com o objetivo de melhorar as suas condições de vida. Cozia barro, utilizava corantes, fundia metais e curtia peles. O domínio dos processos de transformação dos materiais, já evidenciado no antigo Egito e entre os gregos, conheceu o seu primeiro grande desenvolvimento com os alquimistas - químicos da Idade Média. Estes tinham como objetivo procurar a Pedra Filosofal que lhes permitiria transformar metais comuns, como o chumbo, em ouro. No século XVIII, devido aos trabalhos desenvolvidos por Lavoisier e outros químicos da época, a química surgiu como ciência. A partir daí, e para responder às necessidades do Homem, a química passou a ser aprofundada, com base na experimentação, nas mais diversas vertentes, nomeadamente no estudo dos materiais de carbono, no aperfeiçoamento dos métodos de análise e no progresso cada vez mais acentuado da indústria.
    Alguns países já utiliza as reações químicas para provocar morte e destruição, um exemplo da utilização errada desta ciência, foi a utilização da bomba atômica que caiu sobre duas cidades japonesas, durante a Segunda guerra mundial. Algumas pessoas falam que a bomba atômica é uma coisa que a Física estuda, sim isso é verdadeiro, mas a química também estuda e estuda pelo lado químico da coisa, que seria as reações que ocorrem dentro e também as possíveis reações que pode provocar um impacto deste tamanho em uma cidade, em uma pessoa.
    O meio ambiente também está nas "mãos" da Química, visto que é os inúmeros produtos químicos que poluem os rios, lagos, florestas, e cidades do nosso planeta, mas também é desta ciência que vem a ajuda, ou seja, a solução para muitos desses problemas com poluição e degradação do meio ambiente.
    A Química é uma ciência nova, entretanto tem grande responsabilidade sobre o nosso mundo, pois será dela que poderá sair a solução para muitos dos problemas enfrentados por todos. O profissional nessa área também terá grande responsabilidade e será necessário a maior valorização dele, pois em muitos países ele é tratado como um doido que detém de conhecimentos estranhos que podem prejudicar as pessoas, por isso é tratado com 'cuidado' e receio pelas pessoas do povo.

    Fernanda Schmitt
    T.21

    ResponderExcluir
  26. Evolução da Química

    A química estuda a natureza da matéria, suas propriedades, suas transformações e a energia envolvida nesses processos.
    O termo química tem origem no Latim, chimica, palavra que deriva de alchimia, modificação à expressão árabe al kêmiyâ, cujo significado é “grande arte dos filósofos herméticos e sábios da Idade Média.”
    Já se tinha conhecimento de manifestações químicas antes da Idade Média, mas foram os alquimistas que contribuíram de forma acentuada para o desenvolvimento do que constituiria a ciência Química.
    Na busca da pedra filosofal e do elixir da longa vida, os alquimistas introduziram e aperfeiçoaram técnicas de metalurgia, sintetizaram várias substâncias e isolaram outras, além de terem registrado um grande número de experimentos em suas observações.
    A partir do séc. XVII, a ciência se transforma, tornando-se mais experimental e menos filosófica: multiplicam-se as observações e as experiências; os fenômenos são classificados; procuram-se vínculos entre esses fenômenos; e são elaboradas hipóteses explicativas. Dentre os cientistas com essa nova proposta, destacam-se o inglês Robert Boyle e o Frances Antoine Laurent Lavoisier que estabelece um marco no surgimento da química moderna com suas descobertas, e é por isso considerado o “pai da química”.

    A Importância da Química

    Tudo a nossa volta é química, pois todos os materiais que nos cercam passaram ou passam por algum tipo de transformação.
    A química proporcionou progresso, desenvolvimento para a nossa vida.
    É papel do químico e de todos os homens da ciência descobrir meios que substituam, por exemplo, o uso de combustíveis fósseis, carvão vegetal, agrotóxicos, etc. que degradam o nosso ambiente.

    Bruna e Vanessa T32

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. A Quimica

    A Alquimia desenvolveu-se nos anos de 300a 1400. O primeiro alquimista foi Zózimode Panapolis, nascido em Alexandria no ano de 300, foi o rpimeiro alquimista egipsio.
    A Alquimia é a concepção do mundoe de materia existente na Idade Média e na Renacença.A Quimica proporcionou progresso, desenvolvimento e bem-estar para nossa vida.
    É papel do quimico e de todos os homens da ciêmcia descobrir meios que substituam, pro exemplo, o uso de combustiveis fósseis, carvão vegetal, agrotoxicos, etc. que degradão o nosso ambiente.

    Nomes: Matheus e Rodrigo
    Turma:11

    ResponderExcluir
  29. Lucas Cardoso Rodrigo scariot t:12

    O estudo do desenvolvimento da alquimia

    É mais aceito que a alquimia tenha começado e se desenvolvido em Alexandria.
    O grande objetivo da alquimia, era concretiza a existencia da teoria do Eter, da teoria dos 4 elementos, das existencia da Pedra Filosofal, da existencia do Elixir da Vida.
    a alquimia se desenvolveu de tal maneira que se tornou a quimica como hoje é conhecida.
    Sobre a origem da alquimia ha muito mistério e obscuridade, a hipotese de que ela tenha surgido no egito é a mais provavel, mais a relatos de que seus principios teriam sido utilizados pelos chineses em tempos mais remotos, o que não deixa, por tanto, certeza absoluta a respeito de sua data exata de inicio e de transição para quimica moderna.

    Os Alquimistas mais famosos

    Eses foram os principais alquimistas,que contribuiram para o desenvolvimento da alquimia.
    São eles:

    Flamel: Nicolas Flamel nasceu em 1330 em Pontoise.
    Suas obras foram: O livro das figuras hieroglificas (1399), o Sumário Filosófico (1409) e Saltério Quimico (1414).

    Roger Bacon: Foi um dos sabios estudantes da alquimia, realizando até mesmo transmutações metálicas.
    Suas obras foram: Alquimia maior, Sobre o Leão verde, Breviario do Dom De Deus, O Segredos dos Segredos, alem de outros.

    Newton: Isaac Newton, fisico e matematico inglês, foi um dos maiores genios de todos os tempos. Desde pequeno já tinha uma enorme inteligência, resolvia problemas e criava enjenhos. convencido por seus amigos, publico a obra Philosophiea Naturalis Principia Mathematica.

    Nostradamus: foi médico, alquimista e astrologo. Nasceu no dia 14 de Dezembro de 1503 em St. Remy.

    Paracelso: Publicou diversos livros sobre a origem das enfermidades, tomando parte de 3 guerras para especialisar-se cirurgião.

    ResponderExcluir
  30. Podemos dizer que tudo começou com o homem primitivo, quando ele aprendeu a "produzir o fogo", a cozinhar seus alimentos, a fazer tintas para se pintar, a usar plantas como remédio para suas doenças, etc. No começo da era cristã, surgiram os chamados alquimistas, que sonhavam em descobrir o "elixir da longa vida", aperfeiçoaram técnicas de metalurgia, introduziram a química medicinal, sintetizaram várias substâncias, isolaram outras, além de terem registrado um grande número de experimentos em suas observações.
    A ciência química surge no século XVII a partir dos estudos de alquimia populares entre muitos dos cientistas da época. Estudiosos como Robert Boyle foram extremamente importantes para a evolução da química como ciência. Ele foi um dos primeiros a coletar informações sobre os elementos químicos e as maneiras como eles se relacionam. John Dalton foi o primeiro a perceber que todas as coisas na natureza eram feitas de pequenas minúsculas partículas, que mais tarde foram chamadas de átomos. Ambos o oxigênio e o hidrogênio foram descobertos durante este período. Foi o químico francês Antoine Laurent Lavoisier quem formulou a teoria atualmente aceita sobre a combustão. Esta era marcou um período aonde os cientistas usaram o "método moderno" de testar teorias com experimentos. Isso originou uma nova era, conhecida como Química Moderna, à qual muitos se referem como Química atômica.
    As teses de Lavoisier deram aos químicos a primeira compreensão sólida sobre a natureza das reações químicas. O trabalho de Lavoisier levou um professor inglês chamado John Dalton a formular a teoria atônica. Pela mesma época, um químico italiano chamado Amedeo Avogadro formulou sua própria teoria (A Lei de Avogadro), concernente a moléculas e suas relações com temperatura e pressão. Pela metade do século XIX, haviam aproximadamente 60 elementos conhecidos. John A. R. Newlands, Stanislao Cannizzaro e A. E. B. de Chancourtois notaram pela primeira vez que todos estes elementos eram similares em estrutura. Seu trabalho levou Dmitri Mendeleev a publicar sua primeira tabela periódica. O trabalho de Mandeleev estabeleceu a fundação da química teórica. Em 1896, Henri Becquerel e os Curies descobriram o fenômeno chamado de radioatividade, o que estabeleceu as fundações para a química nuclear. Em 1919, Ernest Rutherford descobriu que os elementos podem ser transmutados. O trabalho de Rutherford estipulou as bases para a interpretação da estrutura atômica. Pouco depois, outro químico, Niels Bohr, finalizou a teoria atômica. Estes e outroa avanços criaram muitos ramos distintos na química, que incluem, mas não somente: bioquímica, química nuclear, engenharia química e química orgânica.
    A química proporciona progresso, desenvolvimento e através do uso dela que suprimos as necessidades: O uso de materiais de limpeza e higiene, roupas de fios artificiais, desenvolvimento da indústria farmacêutica, fertilizantes e pesticidas para plantação, produtos industrializados cuja obtenção depende de transformações químicas como plásticos, vidros, tintas, cimento etc.


    Nome: Francisco,Thomas,Gabriel
    Turma: 31

    ResponderExcluir
  31. História da Química
    Com a descoberta de alguns materiais na pré historia (ossos, pedras e madeira), foi possível modificá-los e fazer instrumentos de uso necessário como, por exemplo, armas. E a descoberta do fogo foi um marco, pois com o calor das chamas era possível modificar materiais e fazer instrumentos de melhor utilidade. A ciência naquela era, com certeza era muito pobre, pois os homens pré-históricos acreditavam que qualquer mudança ou da natureza eram castigos ou presentes de deuses.
    Os metais foram outro marco, pois era possível misturar alguns metais com outros materiais e formar instrumentos como armas. Os principais metais encontrados naquela época era o ouro e o cobre, que eram encontrados na superfície do solo.
    Em meados do século VI a.C a teoria que todas as tragédias da terra ou as “bênçãos” de deuses foi deixada de lado, dando espaço a filosofia ocidental.
    Os quatro elementos são elementos que são base na vida dos seres humanos são eles: ar, terra, água e fogo.
    A alquimia é uma tradição que mistura estudos de química, física, astrologia, arte, medicina, misticismo, metalúrgica e religião. Sua principal função era transformar qualquer metal em ouro, criar vida humana artificial, e criar certo remédio que curaria qualquer doença e daria a vida eterna.
    E assim foi o homem foi evoluindo fazendo novas descobertas e as aprimorando.
    Dois grandes cientistas foram destaque numa era mais evoluída Reni Descartes e Francis Bacon. Também surge Robert Boyle que descartou algumas descobertas.

    O texto baseia-se no livro didático de química da escola.

    Nomes: Lucas V. Diniz, Rafael Ruphental, Igor A. Strauss
    Turma: 23

    ResponderExcluir
  32. Surgimento, processo e importância da química

    Desde a pré história o ser humano tenta mudar o mundo começando pela química na alquimia transformando trasnformando a urina em suco e vários outros processos.
    As transformações químicas – transformações de uma substância em outra sempre ajudaram a humanidade. A partir delas surgiram vários processos que fizeram a diferença em nossas vidas. Os metais, utilizados para a fabricação de utensílio há muito séculos, são obtidos por meio de transformações feitas pela metalurgia; os alimentos sofrem transformações por meio do cozimento; os processos de curtição das peles de animais transformam o couro que serve para o vestuário; ferramentas para o trabalho; o tingimento de fibras envolvem transformações que as fazem absorver as tintas que resultam em diferentes cores; os corantes são obtidos por processos que envolvem várias transformações, inclusive químicas.
    Nas civilizações pré-históricas, as técnicas de transformações de materiais na maioria das vezes eram executadas como rituais religiosos ou de magia. Essas técnicas ritualísticas foram se somando a conhecimentos de diversos sábios, dando origem à alquimia.
    Os alquimistas usavam a teoria dos quatros elementos: ar,água, terra, fogo. Eles acreditavam ter um 5º elemento que seria o que dava origem aos outros quatros.
    Os alquimistas usavam a alquimia para montar a pedra filosofal, que dava origem ao elexia da vida. Ela também foi utilizada para medicinas e curas. .
    Um pouco mais a frente cientistas descobrem mais elementos, como H(...), N(...), O(...) e vários outros. Um dos que mais usamos é o O (oxigênio), e o H ( hidrogênio). Após descobrirem mais elementos montaram uma tabela atômica com suas famílias e valência, cada um com seu número atômico, massa, eletro negatividade, e outros. Sem esquecer da distribuição e ligação.
    Mais adiante outros cientistas descobriram que os elementos tinham um núcleo e uma eletrosfera, aos poucos outros filósofos foram explicando melhor sobre o núcleo e a eletrosfera.
    Na química também podemos saber sobre os estados líquido, sólido e gasoso do H.
    E ao passar.o tempo a química está cada vez mais desenvolvida pelos cientistas como, Arquimedes que deu grandes contribuições para a engenharia química, a matemática teórica, civil e industrial, a metereologia, e também a construção naval.
    A importância da química em nossas vidas é cada vez maior, encontrar soluções entre a necessidade do dia a dia, dos recursos naturais, a reciclagem, a produção de produtos, conservação de rios poluídos, no diagnóstico de doenças, e várias coisas a química é fundamental.
    Na verdade podemos dizer que tudo à nossa volta é química, pois todos os materiais que nos cercam passaram ou passam por algum tipo de transformação. A química proporciona progresso, desenvolvimento e através do uso dela as necessidades: O uso de materiais de limpeza e higiene, roupas de fios artificiais, desenvolvimento da indústria farmacêutica, fertilizantes e pesticidas para plantação, produtos industrializados cuja obtenção depende de transformações químicas como plásticos e por aí vai.

    Nomes: kelly, Rafael e Amanda
    Turma: 13

    ResponderExcluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. Inicio da química
    O inicio da química começa com o domínio do fogo, pois o fogo não só dava luz e calor de noite como ajudava a se proteger contra os animais selvagens. Também permitia o cozimento dos alimentos que facilita a digestão. O fogo também permitia conservar melhor os alimentos.
    Química como ciência
    Para os filósofos gregos Aristóteles e tales a matéria era composta de ar, fogo, água e terra e outros acreditavam em um quinto elemento o éter. Mas também havia uma teoria chamada atomismo que falavam que a matéria era formada por átomos, partículas indivisíveis que é considerada a menor parte da matéria. A teoria do atomismo foi proposta por Demócrito.

    Alquimia
    Entre os séculos III a.C. e o século XVI d.C a química estava dominada pela alquimia. Durante muito tempo vários alquimistas achavam que poderiam converter metais em ouro usando uma coisa chamada pedra filosofal, que nunca foi encontrada até onde se sabe. Na investigação da alquimia foram descobertos novos elementos químicos e métodos de separação de elementos No inicio do século XIII alguns alquimistas acharam que era inútil a procura pela pedra filosofal. Eles perceberam que os alquimistas podiam ajudar o mundo de outra maneira, como por exemplo, descobrindo novos elementos e métodos de melhorar a vida da população. Eles entenderam que a alquimia deveria ser usada para tentar a cura dos doentes, eles acreditavam que sal, enxofre e mercúrio poderiam curar as pessoas se combinados na medida certa. Então surge a latroquimica.

    Desenvolvimento da química
    Na metade do século XVIII ate o século XIX os cientistas já usavam métodos modernos de descobertas se baseando em teorias com instrumentos. Nessa época uma das grandes intrigas era o mistério da combustão. Logo após o mistério da combustão fosse compreendido outro debate tomou conta da química,o vitalismo.
    Essa teoria acredita que a matéria orgânica só poderia ser produzida por seres vivos, atribuindo este fato a uma energia vital. A base dessa teoria era a própria dificuldade de obter matéria orgânica a partir de seres inorgânicos ou seja,seres brutos.Esse debate teve um fim quando Friedrich Wöhler mostrou que a matéria orgânica pode ser desenvolvida quimicamente .
    Em 1860 os cientistas já haviam descobertos mais de 60 elementos químicos diferentes e tinham determinado seus números de massa atômica.Na metade do século XVIII o cientista russo Dmitri Ivanovich Mendeleyev desenvolveu a primeira tabela periódica dos elementos seguindo a ordem crescente de seus números de massa atômica.em muito pouco tempo Dmitri Ivanovich Mendeleyev aprimorou a tabela organizando-a em filas horizontais.Sistema esse que nos permitiu dizer com bastante precisão a propriedade do elementos presentes na tabela.

    Teoria atômica
    O primeiro modelo atômico foi desenvolvido por Dalton em meados de 1803 o segundo foi desenvolvido por J.J. Thomson, em meados de 1817, Ernest Rutherford foi quem desenvolveu o Terceiro modelo atômico que nos anos seguintes foi corrigido por Niels Born entre 1920 e 1922.


    A Importância da química hoje

    Desde que matéria é o material que compõe o universo, tudo aquilo que vemos ou usamos faz parte do estudo da química. O nosso corpo é uma fábrica química. De fato, a química está envolvida em todos os aspectos do nosso contato com o mundo material que podemos pensar na química como sendo uma ciência central.
    O conhecimento da química permite o seu uso adequado e a identificação de diversos tipos de materiais. Nada no mundo atual deixa de ter química, pois ela está presente em tudo que ha no planeta dês de o nosso corpo até o computador onde você esta lendo esse texto. Por esse motivo ela é tão importante na nossa vida.

    Nomes: Kelwin, Marlon, Cassiano,Vinicius
    Turma :13

    ResponderExcluir
  35.  História
    Os primeiros materiais descobertos foram: a madeira, ossos, rochas e peles, com esses materiais eles construíram ferramentas e objetos. E quando o homem conseguiu dominar o fogo, ele transformou e modificou esses objetos.
    Os homens primitivos acreditavam em forças ocultas que controlavam a natureza. Achavam que a sobrevivência tinha tudo a ver com os fenômenos da natureza.

     Os 1º metais
    Foram eles: o ouro e cobre, eram encontrados na superfície da terra. O homem então começou a misturar os metais e formaram materiais. Essas descobertas de materiais foram importantes para a história, pois os períodos foram marcados pelos minérios descobertos.

     Alquimia
    Ela surgiu durante o período de 300 a 1400 inicialmente em Alexandrina, os alquimistas utilizaram à teoria dos quatros e elementos para explicar as varias formas de composição.
    Entretanto a manipulação da matéria baseava-se em conhecimentos, impregnados de magia, que conflitavam com a filosofia aristotélica. Acreditam que eles não conseguiram transformar materiais em ouro, mas descobriram varias drogas e compostos químicos como: calcinação, cristalização e destilação.

     Química
    Mais tarde isso tudo mudou, começaram a aprimorar os instrumentos de medidas.
    Nessa mudança surgiram dois cientistas Francis Bacon e René Descartes e mais tarde apareceu Roberto Boyle para criticar outras descobertas e para inventar novas. Boyle criou varias idéias de modelo atômico da matéria.



    Nomes: Mauricio, Stéfani
    Turma:23

    ResponderExcluir
  36. Turma 23.

    História da Química:
    O grande marco para a humanidade, nos tempos primitivos, século a.c. foi o descobrimento do fogo, o fogo foi de grande utilidade para cozinhar, se aquecer, compor materiais feitos de barro e etc, e com isto os sinais de energia se manifestavam pela luz e calor.
    Neste período também, o homem primitivo acreditava que os fenômenos da natureza eram gerados por espíritos, Deuses e a partir disto, começou a utilizar magia, ou o que eles acreditavam ser magia, para que de alguma forma eles pudesem se defender dos fenômenos naturais.
    Mas também neste período, o homem já percebia alguma relação entre ele e o universo.
    Os metais na história, foram o ouro e o cobre, que poderiam ser encontrados praticamente puros na superfície do solo, e através da utilização desses metais, os homens começaram a criar utencilios e diversas outras coisas que o ajudaram na sua sobrevivência e adaptação ao meio.

    A química nos tempos de hoje:
    A partir do século XVII, começou uma interpretação quantitativa e mecanicista do mundo e da matéria.
    A interpretação quantitativa se deu através do aprimoramento dos instrumentos de medida, ex: a balança.
    A interpretação mecanicista baseava-se na idéia de que os fenômenos naturais poderiam ser formados matematicamente.
    Essa concepção do mundo rejeita qualquer interpretação abstrata ou subjetiva dos fenômenos naturais.
    Dois importantes nomes surgem no período de transição da ciência medieval para a ciência moderna foi, Francis Bacon e René Descartes.
    Bacon criou o método indutivo, já Descartes criou o método dedutivo, mas foi Robert Boyle que propôs a teoria atômica da matéria para explicar o comportamento da natureza e enfatiza a necessidade de uma nova definição de elemento químico.
    A química é portanto a ciência que estuda a matéria, suas características e suas transformações.

    Grupo: Charlene Antunes Acosta;
    Desirée Stopassola.
    Nicole Todescato
    Suelem Andrade.

    ResponderExcluir
  37. O surgimento e evolução da química

    A alquimia surgiu no ano de 300, pelos estudos feitos por Zózino de Panápolis, em Alejandria, que foi considerado o primeiro alquimista egípcio, ele acreditava que misturava de um elemento com qualquer metal, viraria ouro.
    Os alquimistas utilizaram a teoria dos quatro elementos, para explicar as várias formas de composição da matéria, baseando-se em magia que iam contra a filosofia Aristotélica.
    Não há relatos de que os alquimistas tenham transformado metal em ouro, mas, deixaram um rico legado. Na busca da pedra filosofal, os alquimistas criaram e aperfeiçoaram equipamentos e técnicas como: Calcinação, Cristalização e Destilação.
    Os alquimistas entendiam o universo através de signos e símbolos, que no século XVII, dando lugar a interpretação quantitativa de instrumentos de medida;e a interpretação mecanicista como fenômenos da natureza.
    Na época de (1561-1626), (1596-1650), surgiram os cientistas Francis Bacon e René Descartes que com seus estudos mudaram as atitudes e pensamentos daquela época. Os cientistas tiveram muitas idéias e métodos diferentes de estudos, Frances acreditava no método indutivo onde devemos coletaram Muitos dados e os compararam, para saber os seus resultados; Já René, no método dedutivo, que dizia que antes de testar os dados deveríamos ter uma idéia ou teoria, para depois a experiência.
    Em(1627-1691), o Anglo-Irlandês Robert Boyle começou seus estudos em explicar o comportamento da natureza, usando a teoria atômica da matéria, que dizia:
    *A matéria é composta por átomos muito pequenos;
    *Os átomos não podem se dividir;
    *Existem diferentes tipos de átomos;
    *Os átomos estão sempre em movimento;
    *Os átomos se juntam de várias formas;
    À partir dos estudos de propriedades macroscópica da matéria, onde vemos os diferentes tipos de matéria e observamos, medimos, e comparamos, juntamente com a química, que estuda suas transformações e estruturas; e com o passar do tempo, os modelos se modificam à partir de estudos das propriedades macroscópicas da matéria.
    É importante para nós a existência desses estudos, pois, os seres humanos que tem tantas perguntas a serem respondidas. A alquimia que gerou a química, que ajuda os cientistas interessados em descobrir todos os enigmas do universo, os fenômenos da natureza e assim, com muitos estudos, respondem as nossas perguntas.


    Bibliografia

    Nóbrega, Olímpio Salgado
    Química , volume único/Olímpio Salgado
    Nóbrega,Eduardo Roberto da Silva,Ruth
    Hashimoto da silva:ilustrações Fernando Nunes de Araújo. --1. -- ed. -- São Paulo: Ática,2005

    Grupo:
    Aline Rost
    Ana Laura Roloff
    Leonardo Cardoso
    Mônica de Oliveira
    Tainara Barcellos

    Turma 22

    ResponderExcluir
  38. A história da química:
    Desde os tempos ancestrais, já eram utilizadas técnicas "químicas". os primeiros materiais utilizados pelo ser humano foi: madeira, ossos, rochas e peles.
    Nossos antepassados conseguiram transformar esses materiais em novos artefatos como pele em roupas.
    Mais tarde quando dominaram o fogo conseguiram novas transformações como novas texturas de alimentos.
    O ouro e o cobre foram os primeiros metais a serem usados. Assim como nós, a química foi evoluindo.
    A partir de 1400 a.c o ferro começou a ser usado e passou a ser empregado na fabricação de aço.
    Essas descobertas metalúrgicas tiveram muita importância para o desenvolvimento do ser humano que foi classificado em três períodos: Idade do Cobre, Idade do bronze e Idade do Ferro.
    Na antiguidade greco-romana surgiu a teoria dos quatro elementos, fogo, ar, terra e água.
    A teoria baseava-se do ponto de vista onde nenhum deles seria imutável podiam se transformar em ouro, porém apenas a formula mudava a matéria não.
    Mais tarde no século XIII foi substituído esse conceito. O novo seria de que havia apenas três elementos: Mercúrio(estados líquido), enxofre(pela natureza infamada) e sal(estado sólido). Só que a teoria mais aceita era a dos quatro elementos.

    Para o alquimista árabe ABU os metais eram gerados no interior da terra compostos a penas de mercúrio e enxofre incluindo o ouro e a prata. E os outros seriam apenas de enxofre impuro então, com processos adequados poderiam se transformar em ouro. Surgiu a alquimia.
    Tendo como objetivo principal encontrar a Pedra Filosofal. Com ela, seria possível transformar qualquer metal em ouro, que era a perfeição para os alquimistas da época e ainda encontrariam o Elixir da Vida que daria vida eterna.
    Não tiveram sucesso mas conseguiram novas experiências, descobriram muitos sais puros, ácidos e bases. Descobriram também o metal Zinco e os elementos quimico do fósforo (Arsênio, Antimônio e Bismuto)
    Após muitas esperiências Robert Boyle concluiu que a matéria é formada por átomos invisíveis, pequenos e sólidos. Essas idéias serviram apenas de modelo atômico.
    O conceito de elemento foi mudado pela química onde é considerado o elemento todos os tipos de átomos que formam moléculas naturais ou artificiais.
    A química propriamente dita estuda a matéria e suas transformações.

    GRUPO:Ana Paula, Carlos, Jéssica, Luan, Lucas
    TURMA: 22

    ResponderExcluir
  39. Da alquimia à química
    Os humanos de antigamente achavam que o mundo era controlado por espíritos; alguns eram bons (como o raio e o trovão que, na concepção deles, dava chuva), outros eram maus e causavam as doenças.
    Mesmo com essas idéias erradas, eles foram acumulando conhecimentos práticos que nos ajudariam a entender melhor o lugar onde vivemos!
    Os Metais na História: Entre 6000 a.C. e 4000 a.C. os seres humanos usavam apenas o ouro e o cobre, que eram facilmente encontrados na superfície. Mas em 3000 a.C. descobriram que podiam extrair da terra alguns metais, como estanho. Aprenderam também há separar ligas, ou seja, criar metais misturando-os entre si.
    Durante muito tempo, nossas descobertas metalúrgicas serviram para classificar nosso desenvolvimento:
    Idade do Cobre (antes de 3000 a.C.), Idade do Bronze (3000 a. C. à 1100 a.C.) e Idade do Ferro (1100 a.C em diante).
    Mesmo com todas essas descobertas, as pessoas ainda acreditam nos espíritos, e achavam que os metais eram sementes, dadas pelos espíritos bons, aos quais nós deveríamos agradecer.
    Mas a medida que o tempo passava, essas crenças foram deixando de ter tanta importância.

    Procurando Explicações: Em meados do século VI a.C, as pessoas começaram a desconfiar de suas antigas crenças de “deuses” e “espíritos” e começaram a procurar explicações sólidas para a vida e a morte, a guerra e as doenças... Enfim, tudo. Surgiu assim a Filosofia ocidental.
    Entre todas as teorias surgidas, as mais “importantes” foram a TEORIA DOS QUATRO ELEMENTOS, desenvolvidas por Empédocles e, mais tarde, no século V a.C, Leucipo e Demócrito, seu discípulo, com a idéia de que o mundo era formado por átomos.


    Alquimia
    Partindo do principio que a Alquimia seria atos de feiticeiros, os povos antigos acreditavam que poderiam transformar metais em ouro, e assim criariam a “Pedra Filosofal”, onde poderiam através dela criar o elixir da vida e assim serem imortais.
    Para isso usavam como base a terra, o ar, o fogo, e a água, mas isso envolvia um processo artesanal, cheio de magia e muito demorado, por isso nunca eram bem sucedidos.
    Mesmo assim deixaram muitas teorias, experimentos, lições, tanto para provar que suas crenças eram exatas, como também para servir de conhecimentos para gerações futuras.
    Através do experimento em criar a Pedra Filosofal nos deixaram elementos básicos usados até hoje. Tanto na ciência como na medicina.
    Química
    Diferente da Alquimia que era regida através dos astros, crenças e magia e acreditar que era os astros que regiam as pessoas, a química partiu em busca de explicações cientificas, querendo entender como realmente funcionava o universo, com suas células, átomos, matérias, etc...
    Os cientistas coletavam, ordenavam e comprovavam dados através do método indutivo, ou então partiam através de uma grande idéia ou experiência para provar ou não, esse método era o dedutivo.
    Então surgiam muitas perguntas. Quem somos? Para onde vamos? etc... Esses estudos continuam até hoje...
    (continua)

    ResponderExcluir
  40. A Teoria dos quatro elementos: Aristóteles, discípulo de Platão, não acreditava no atomismo de Demócrito, e sim na Teoria dos Quatro Elementos (elementos esses: fogo, terra, água e ar) que, na sua opinião, dariam origem ou se transformariam nos outros elementos. A qualidade desses elementos seria: secura, frio, umidade e calor.
    Aristóteles, ainda, adicionou um quinto elemento: a quintessência ou éter. Esse quinto elemento seria a base do mundo material, e daria origem aos outros quatro elementos, que por sua vez davam origem a tudo que conhecemos. Essa teoria durou 2000 anos.

    Química: No séc. XVII a.C, as teorias dos alquimistas de que o universo era entendido por meio de signos e símbolos foi posta em xeque por novas interpretações mais precisas.
    A interpretação quantitativa baseava-se em instrumentos de medida (balança)
    Já a interpretação Mecanicista era baseada na idéia de que os fenômenos naturais podiam ser formulados matematicamente.
    Os enunciados formulados em linguagem matemática eram chamados de Leis da Natureza.
    Francis Bacon (1561 – 1626) e René Descartes (1596 – 1650) eram duas grandes figuras que surgiram no período de transição da ciência medieval para a moderna,
    O Método Indutivo de Francis dizia que o cientista deve coletar informações sobre aquilo que estuda, para então generaliza-lo.
    Já o Método Dedutivo de Descartes, dizia que o cientista devia partir de alguma idéia ou teoria para as experiências, que virão ou não, prova-la.
    Mas foi Robert Boyle (1627 – 1691) que derrubou a teoria dos Quatro Elementos e dos três princípios. Ele propôs a utilização da teoria atômica para explicar a natureza.
    As concepções utilizadas para descrever a natureza são chamadas de modelos. Não existe modelo certo ou errado. Ou ele funciona, ou não funciona.

    Nomes: Marcela, Júlio, Guilherme, Ramiro T:13

    ResponderExcluir
  41. Os primeiros materiais usados pelos homens foram as rochas, ossos, peles entre outras coisas, enfim o homem começa a evoluir. O homem aprendeu a transformar esses materiais, assim os transformando em outros objetos e ferramentas. O ser humano aproveitava praticamente tudo, por exemplo ossos podiam servir como lanças se bem afiados. O homem aprendeu a iniciar o fogo e a mantê-lo e com essa nova descoberta podiam fazer novas transformações.
    O fogo era utilizado para a culinária, pois eles descobriram que o fogo mudava o sabor e a cor dos alimentos. A partir dessas variadas transformações o ser humano deu um grande passo e utilizou o fogo para se obter luz e calor e utilizar os materiais que ele mesmo fabricava pra a sobrevivência. O homem evolui ainda mais e vai para a era da civilização.
    O homem primitivo acreditava que a natureza era controlada por espíritos e forças ocultas. Eles acreditavam também que os espíritos eram responsáveis por coisas ruins como doenças e etc.
    O s 4 elementos fogo, água, ar e terra eram os elementos básicos para a formação do nosso planeta no tempo da alquimia e que todos esses 4 elementos podiam se transformar em qualquer outro.
    Mas segundo Aristóteles existia um quinto elemento, o éter que daria origem aos outros 4 e seria a origem do planeta.
    Os primeiros metais a serem usados pelo homem, por que podiam se encontrados puros e por isso mais fáceis de encontrar no solo. Mas o homem não só usou os metais puros, o homem começou a misturar metais com metais e metais com rochas, conseguindo ligar. A 1° liga utilizada foi feita de cobre e estanho.
    Os metais foram muito importantes para o desenvolvimento do homem. Esse desenvolvimento teve 3 períodos: Idade do Cobre, antes de 3000 a.c, Idade do bronze entre 3000 a.c e 1100 a.c e a Idade do Ferro 1100 a. c em diante.
    O se humano também acreditava que os metais eram protegidos por espíritos e feitos como sementes no ventre da terra e faziam rituais para utilizar os metais sem se preocuparem com os espíritos.
    Logo depois iniciou-se a Alquimia em torno de 300 a 1400 a alquimia existiu em Alexandria que foi conhecida como primeira alquimia do Egito.
    Uma substancia é colocada em contato com outro metal que é transformada em ouro. A tória dos elementos servia para explicar as formas mais variadas de composição da matéria. Foram tentadas todas essas substancias conhecidas. Em busca da famosa “Pedra Filosofal”, ele criaram equipamentos e técnicas como :
    • Calcinação: que consiste em aquecer o metal.
    • Cristalização: dissolve a substancia em um solvente e em seguida criar sua evaporação.
    • Destilação: é a reparação de misturas.
    Foi por causa de Alexandre o Grande que a alquimia existiu em todo oriente. Os mulçumanos levaram outra vez para a Europa, por causa da conquista Islâmica da Península Ibérica para A. Andaluz entre 950.
    No século XVI foi deixado de lado a concepção de um universo vivo e compreendido por meio de signos, e uma interpretação quantitativa mecanista do mundo e matéria.
    A interpretação mecanista baseava-se na idéia que os fenômenos naturais duas grandes figuras surgem no período de transição da ciência medieval para a ciência moderna:
    Francis Bacon (1561-1626) e Rene Dexartes (1596-1650).
    Um elemento de acordo com Boyle, devera ser definido como uma substancia perfeitamente homogênea, os corpos se reduziam após terem sido submetidos a todos os métodos de composição.

    Franciel, Mauricio, Paulo,Andrigo, Jonathan t:13

    ResponderExcluir
  42. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  43. ricardo douglas disse...
    Da Alquimia a Quimia
    Alguns materiais como madeira, osso, rochas, são considerados os primeiros materiais usados pelos homens. Aprenderam a utilizá los como objeto que poderão ser usados.
    Na terra primitiva acreditava-se que a magia estava associada com a terra, por isso os mágicos quando faziam sua “magia” associavam ao que acreditavam.
    Acredita-se que uns dos primeiros metais utilizados foram cobre e ouro. Depois de 3000 a. C o homem primitivo começaram a retirar metais dos seus minérios. Depois de ver que existia a separação entre metais metais, após fazer fogo em lugares com muito mineiros, isso levou o homem primitivo a obter metais através de materiais misturados , chegando a produção de ligas que são materiais constituídos pela mistura de metais. Muitos dizem que a primeira liga usada foi o bronze, cobre e estanho
    Depois de descobrir a metalurgia que foi muito importante por alguns períodos, também utilizados para classificar o desenvolvimento das descobertas humanas em 3 períodos: tempo do cobre, do bronze e do ferro.
    No século VI a. C eram procuradas explicações, cada um de alguns pensadores pensavam de um jeito.
    Um pesador grego, Aristóteles aperfeiçoou a teoria dos quatro elementos e aplicou calor, frio, secura e umidade. Aristóteles dizia que dos quatro elementos nem um era inútil.
    Entre 300 e 1400, nasceu a Alquimia, tendo como primeiro alquimista egípcio Zózimo de Penápolis. Ele considerava a alquimia um jeito de transformar qualquer metal em ouro e da encarnação a desencarnação de espíritos.
    Muitos alquimistas usaram os quatro elementos para explicar a composição da matéria. Dizem que quase todos alquimistas eram bem tratados na sociedade por causa na maioria das vezes não conseguir transforma metal em ouro, mas os alquimista deixaram muitas coisas que podem ser utilizadas como a:
    cristalização nome dado a retirada do cristal de determinado lugar
    destilação onde se decompõe misturas
    nome:Ricardo, Marcelo e Everson
    T:13

    ResponderExcluir
  44. A Alquimia é uma tradição antiga que combina elementos de química, física, astrologia, arte, metalurgia, medicina, misticismo, e religião. Existem três objetivos principais na sua prática. Um deles é a transmutação dos metais inferiores em ouro, o outro a obtenção do Elixir da Longa Vida, uma panacéia universal, um remédio que curaria todas as doenças e daria vida eterna àqueles que o ingerissem. Ambos estes objetivos poderiam ser atingidos ao obter a pedra filosofal, uma substância mística que amplifica os poderes de um alquimista. Finalmente, o terceiro objetivo era criar vida humana artificial, os homunculus. É reconhecido que, apesar de não ter caráter científico, a alquimia foi uma fase importante na qual se desenvolveram muitos dos procedimentos e conhecimentos que mais tarde foram utilizados pela química. A alquimia foi praticada na Mesopotâmia, Egito Antigo, Mundo Islâmico, Pérsia, Índia, Japão, Coréia e China, na Grécia Clássica, em Roma, e na Europa.

    Nomes:Andréia e caroline
    Turma:11

    ResponderExcluir
  45. Com certeza, a história da química está diretamente ligada ao desenvolvimento humano.
    No começo, com a Alquimia, quase não se ouvia falar sobre algo relacionado com a Química, até o descobrimento de certos elementos químicos. Com os instrumentos e as ‘tecnologias’ usadas, não podiam ter uma certeza sobre seus descobrimentos, e, muitas vezes não podiam revelar o que descobriam, pois a Igreja julgava como bruxaria.
    Depois, começaram a dar mais importância para outros descobrimentos, como a astronomia.
    Hoje, a Química é extremamente fundamental em nossas vidas, sem ela não saberíamos quase nada do que sabemos.
    A Química nos ensina muitas coisas, desde os processos mais simples como o cozimento de alimentos, até os mais complicados, como a formação de moléculas.
    Sem nenhuma dúvida, a Química é uma das matérias mais importantes ensinadas nas escolas.

    Por: Samanta Masotti Tegner
    T13

    ResponderExcluir
  46. A Qúimica

    A interpretação mecanicista (teoria que explica os fenômenos da natureza) reduzindo-os a processos mecânicos, que se explicam pelas leis do movimentos dos corpos no espaço e por mudanças puramente qualitativas. Os enunciados formam formulados em linguagem matemática, que descrevem as regularidades observadas nos fenômenos.
    Francis Bacon (1561 - 1626) e René Descartes (1596 - 1650), ambos se preocuparam com os procedimentos . Suas idéias influenciaram profundamente o pensamento e as atitudes da época .
    * MÉTODO DEDUTIVO: processo pelo qual, com base em uma ou mais premíssas, se chega a uma conclusão.
    * MÉTODO INDUTIVO: processo pelo qual se estabelece uma verdade universal ou uma preposição geral com base no conhecimento de certo número de preposições de menor generialidade.
    Um elemento, de acordo com Bayle, deveria ser definido como a substância perfeitamente homogênea à qual os corpos se reduziram após terem sido submetidos a todos os métodos de composições conhecidas.
    OS átomos, movendo-se pelo vácuo, criaram aglomerados suficientemente firmes que resistiram a processos químicos.
    As concepções utilizadas para descrever a natureza são chamadas modelos.
    * a matéria é formada por entidades extremamente pequenas chamadas átomos.
    * os átomos são indivisíveis.
    * os átomos estão em constante movimento.
    * existem diferentes tipos de átomos.
    * os átomos podem se combinar de diferentes maneiras formando agregados atômicos.
    - A química é a ciência que estuda a matéria, suas características e transformações.
    O conhecimento das propriedades da matéria permite seu uso adequado e identificação e distinção de diferentes tipos de matéria. Chamamos propriedades macroscópicas das matérias adequados aquelas propriedades que podemos observar, medir, e comparar.


    Nome: Jênifer Leal, Taiane Ramos e Emanuelle Colisse
    Turma: 21

    ResponderExcluir
  47. QUÍMICA!

    No século XVII os fenômenos da natureza reduziram-se aos precessos mecânicos que se explicam pelas leis dos movimentos dos corpos no espaço e por mudanças puramente qualitativas. A interpretação mecanicista baseava-se na idea de que os fenêmenos naturais são regidos por leis que podem ser formuladas matematicamente.
    Francis Bacon e Tené Descartes, ambos se preucupavam com os procedimentos a serem adotados pelos cientistas em seu trabalho de investigação da natureza, Suas ideias influenciaram profundamente em pensamentos e atitudes da época.
    As concepções utilizadas para descrever a natureza são chamadas de MODELOS. Não existe modelo certo nem errado: ele apenas descreve os fatos observados e permite prever novas observações, se não funciona nesse caso é reformulado ou abandonado.
    A QUÍMICA É A CIÊNCIA QUE ESTUDA A MATÉRIA, SUAS CARACTERÍSTICAS E TRANSFORMAÇÕES.


    TURMA 21
    Ana Paula, Daniela e Nicole.

    ResponderExcluir
  48. Química,é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, de suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, suas aplicações e sua identificação. Estuda a maneira pela qual os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.
    Gabriel Weber, Carlos Henrique
    T:21

    ResponderExcluir
  49. A história da química está intrinsecamente ligada ao desenvolvimento do homem, já que abarca todas as transformações de matérias e as teorias correspondentes. Com frequência a história da química se relaciona intimamente com a história dos químicos e — segundo a nacionalidade ou tendência política do autor — ressalta em maior ou menor medida os sucessos alcançados num determinado campo ou por uma determinada nação. A ciência química surge no século XVII a partir dos estudos de alquimia populares entre muitos dos cientistas da época. Considera-se que os princípios básicos da química se recolhem pela primeira vez na obra do cientista britânico Robert Boyle: The Sceptical Chymist (1661). A química, como tal, começa a ser explorada um século mais tarde com os trabalhos do francês Antoine Lavoisier e as suas descobertas em relação ao oxigênio com Carl Wilhelm Scheele, à lei da conservação da massa e à refutação da teoria do flogisto como teoria da combustão.
    O filósofo grego Aristóteles acreditava que as substâncias eram formadas por quatro elementos: terra, vento, água e fogo. Paralelamente, discorria outra teoria, o atomismo, que postulava que a matéria era formada por átomos, partículas indivisíveis que se podiam considerar a unidade mínima da matéria. Esta teoria, proposta pelo filósofo grego Demócrito de Abdera não foi popular na cultura ocidental dado o peso das obras de Aristóteles na Europa. No entanto, tinha seguidores (entre eles Lucrécio) e a idéia ficou presente até o princípio da Idade Moderna.
    Entre os séculos III a.C. e o século XVI d.C a química estava dominada pela alquimia. O objetivo de investigação mais conhecido da alquimia era a procura da pedra filosofal, um método hipotético capaz de transformar os metais em ouro. Na investigação alquímica desenvolveram-se novos produtos químicos e métodos para a separação de elementos químicos. Deste modo foram-se assentando os pilares básicos para o desenvolvimento de uma futura química experimental.
    A química, como é concebida atualmente, começa a desenvolver-se entre os séculos XVI e XVII. Nesta época estudou-se o comportamento e propriedades dos gases estabelecendo-se técnicas de medição. Pouco a pouco foi-se desenvolvendo e refinando o conceito de elemento como uma substância elementar que não podia ser descomposto em outras. Também esta época desenvolveu-se a teoria do flogisto para explicar os processos de combustão.
    Por volta do século XVIII a química adquire definitivamente as características de uma ciência experimental. Desenvolvem-se métodos de medição cuidadosos que permitem um melhor conhecimento de alguns fenômenos, como o da combustão da matéria,Antoine Lavoisier, o responsável por perceber a presença do carbono nos seres vivos e a complexidade de suas ligações em relação aos compostos inorgânicos; e assentando finalmente os pilares fundamentais da química moderna.
    Ao longo do século XIX a química estava dividida entre os seguidores da teoria atómica e aqueles que não a subscreviam, como Wilhelm Ostwald e Ernst Mach. Os impulsores mais decididos da teoria atômica foram Amedeo Avogadro, Ludwig Boltzmann e outros, que conseguiram grandes avanços no entendimento do comportamento dos gases. A disputa foi finalizada com a explicação do efeito Browniano por Albert Einstein em 1905 e pelos experimentos de Jean Perrin a respeito.
    Muito antes que a disputa tivesse sido resolvida muitos pesquisadores tinham trabalhado sob a hipótese atômica. Svante Arrhenius tinha pesquisado a estrutura interna dos átomos propondo a sua teoria da ionização. O seu trabalho foi seguido por Ernest Rutherford, quem abriu as portas ao desenvolvimento dos primeiros modelos de átomos que desembocariam no modelo atômico de Niels Bohr. Na actualidade o estudo da estrutura do átomo considera-se um ramo da física e não da química.
    Grupo :Rafael,Marlom,Gelsom,Everton, Luam,Daniel.

    ResponderExcluir
  50. O nascimento, desenvolvimento e a importância da química hoje.
    Antes de o oceano existir, ou a Terra, ou firmamento, a natureza era toda igual, sem forma. Caos era chamado, com matéria bruta, inerte, átomos dizordantes.
    Guerreando com total confusão:
    Não existia o sol para iluminar o universo: não existia a lua com seus crescentes que lentamente se preenchem: nenhuma terra equilibrava no ar.
    As causas dos fenômenos naturais no mundo físico eram sempre atribuídas ao mundo aos espíritos e, para se relacionar com esse mundo, o homem primitivo se valeu de procedimentos impregnados de magia.
    Com isso, lentamente foi acumulado conhecimento pratico que, usados e aprimorados, levaram ao desenvolvimento de técnicas como fermentação curtição, tingimento vitrificação e metalurgia.
    Acredita-se que os alquimistas nunca foram bem sucedidos em transformar metal em ouro na tentativa de provar suas crenças. Examinaram e testaram praticamente todas as substancas conhecidas digo desenvolvendo uma boa quantidade de conhecimentos básicos as propriedades de vários compostos químicos.
    No século XVII, começou dando lugar a uma interpretação quantitativa e mecânica. A observação de um fenômeno deve, portanto, ser realizada sem idéias precancibidas por um método seguro e rigoroso. Que descreviam as regularidades desenvolvidas nos fenômenos que eram chamados leis da natureza.
    O nosso planeta e constituído de materiais que se apresentam nas formas liquidas e gasosas sólidas. Hoje ela traz uma grande importância, pois através dela, podemos interpretar melhor os fenômenos experiências, etc.

    Turma:23
    Nomes: Ana, Daiane e Gilberto.

    ResponderExcluir
  51. AUGUSTO T. 22

    Pode-se dizer que a química se originou quando as pessoas procuravam explicações para as secas e as enchentes, para as doenças, para vida e para morte. As pessoas estavam cansadas de acreditar somente na vontade dos deuses.
    Então começaram a surgir os primeiros alquimistas no século XIV, que acreditavam que com certas técnicas, que envolviam ciência, arte e religião seria possível transformar metais de pouco valor em outros de metais de alto valor, como ouro e prata. Os alquimistas também acreditavam na existência da pedra filosofal que segundo eles tinha o poder do rejuvenescimento e do poder curativo. Apesar de os alquimistas jamais terem obtido sucesso seus estudos e descobertas são muito importantes para os químicos e cientistas até hoje.
    A química tem uma importância muito grande na medicina, na ciência entre outros, a química e responsável por estudar as propriedades, composição e estrutura das substancias existentes.


    Bibliografia
    Barsa
    Livro química volume único

    AUGUSTO T. 22

    ResponderExcluir
  52. Desde que o homem descobriu o fogo, as mudanças na história foram siguinificantes para a formação da sociedade.
    As transformações químicas – transformações de uma substância em outra sempre ajudaram a humanidade. A partir delas surgiram vários processos que fizeram a diferença em nossas vidas. Os metais, utilizados para a fabricação de utensílio há muito séculos, são obtidos por meio de transformações feitas pela metalurgia; os alimentos sofrem transformações por meio do cozimento; os processos de curtição das peles de animais transformam o couro que serve para o vestuário; ferramentas para o trabalho; o tingimento de fibras envolvem transformações que as fazem absorver as tintas que resultam em diferentes cores; os corantes são obtidos por processos que envolvem várias transformações, inclusive químicas.
    Nas civilizações pré-históricas, as técnicas de transformações de materiais na maioria das vezes eram executadas como rituais religiosos ou de magia. Essas técnicas ritualísticas foram se somando a conhecimentos de diversos sábios, dando origem à alquimia.
    Os alquimistas usavam a teoria dos quatros elementos: ar,água, terra, fogo. Eles acreditavam ter um 5º elemento chamado ÉTER. que seria o que dava origem aos outros quatros.
    Mais adiante outros cientistas descobriram que os elementos tinham um núcleo e uma eletrosfera, aos poucos outros filósofos foram explicando melhor sobre o núcleo e a eletrosfera.
    Na química também podemos saber sobre os estados líquido, sólido e gasoso do H.
    E ao passar.o tempo a química está cada vez mais desenvolvida pelos cientistas como, Arquimedes que deu grandes contribuições para a engenharia química, a matemática teórica, civil e industrial, a metereologia, e também a construção naval.
    A importância da química em nossas vidas é cada vez maior, encontrar soluções entre a necessidade do dia a dia, dos recursos naturais, a reciclagem, a produção de produtos, conservação de rios poluídos, no diagnóstico de doenças, e várias coisas a química é fundamental.
    Na verdade podemos dizer que tudo à nossa volta é química, pois todos os materiais que nos cercam passaram ou passam por algum tipo de transformação. A química proporciona progresso, desenvolvimento e através do uso dela as necessidades: O uso de materiais de limpeza e higiene, roupas de fios artificiais, desenvolvimento da indústria farmacêutica, fertilizantes e pesticidas para plantação, produtos industrializados cuja obtenção depende de transformações químicas como plásticos ETC.

    Tiago Turma: 21

    ResponderExcluir
  53. A Importancia da Alquimica


    A Alquimia é uma tradição antiga que combina elementos de química, física, astrologia, arte, filosofia, metalurgia, medicina, Não se pode negar a importância da alquimia no desenvolvimento das técnicas de laboratório, mas suas explicações teóricas eram antropomórficas. As substâncias inorgânicas eram vistas como seres vivos, compostos por corpo e alma. Como se acreditava que as características e propriedades de uma substância eram determinadas por seu espírito, havia a crença na transmutação, ou transferência do espírito de um metal nobre para a matéria de metais comuns. Isto contribuiu para a busca da “pedra filosofal”, com a qual qualquer substância poderia ser transformada em ouro. Houve também a busca pelo “elixir da vida eterna”. Estes mitos continuam presentes até a presente época, em diferentes contextos e são explorados em livros e filmes.
    A alquimia representou uma exceção à tradição medieval, pois apesar de suas interpretações ainda serem influenciadas pelo misticismo, introduziu a valorização das práticas manuais e da observação, tão desdenhadas na Idade Média.
    O legado da alquimia pode ser notado quando a química adquire contornos de ciência moderna e objetiva. As operações experimentais realizadas pelos alquimistas juntamente com os materiais utilizados foram mantidas não importando mais a forma subjetiva de interpretar os fenômenos. A alquimia foi inventada por Anônimo, o maior filósofo de todos os tempos.
    Alquimia também ajudou o desenvolvimento da Quimica e seus elementos.

    A importancia da Quimica hoje:

    Existem muitas ciências, por que existem várias formas de focalizarmos o Universo. Química é uma das Ciências físicas e estuda a matéria e suas transformações. Desde que matéria é o material que compõe o universo, tudo aquilo que vemos ou usamos faz parte do escopo de estudos da química. O nosso corpo é uma fabulosa fábrica química. De fato, a química está tão envolvida com todos os aspectos do nosso contato com o mundo material que podemos pensar na química como sendo uma ciência central, uma parte de nossa cultura, tendo influência em todos os aspectos de nossas vidas.
    Química é a ciência que lida com as propriedades, composição e estrutura das substâncias (definidas como elementos e compostos), as transformações que com elas ocorrem e a energia que é liberada ou absorvida durante esses processos. Toda substância, quer seja natural ou produzida artificialmente, é constituída de um ou mais das mais de cem espécies de átomos que foram identificados como elementos. Estes átomos, por sua vez, são constituídos por partículas mais elementares, que são as estruturas básicas das substâncias químicas; não existe nenhuma quantidade de ouro, oxigênio, mercúrio ou prata, por exemplo, menor que um átomo desta substância. A química, no entanto, não está preocupada com o domínio subatômico, mas com as propriedades dos átomos e as leis que governam suas combinações e como o conhecimento destas combinações podem ser usados para propósitos específicos.

    Maxime Fassbinder,Patricia Zimmer
    Turma:21

    ResponderExcluir
  54. ORIGEM
    A QUIMICA SURGIU NO SÉC XVII,A PARTIR DO ESTUDO DA ALQUIMIA,A ARTE DE MODIFICAR AS SUBSTANCIAS OU DE OBSERVAR AS TRANSFORMAÇOES DA NATUREZA.
    EMBORA A QUIMICA,TRATE DE TRANSFORMAÇOES,A ANTIGA ARTE TORNOU-SE UMA GRANDE CIÊNCIA.
    COM O AVANÇO DA QUIMICA,É POSSÍVEL,POR EXEMPLO,OBSERVAR O RESULTADO DE UMA COMPOSIÇAO DE PELO MENOS 39 SUBSTANCIAS FAZENDO NOS SENTIR O "CHEIRO DO CHOCOLATE".
    SUBSTANCIAS,ÁTOMOS'MOLECULAS,LIGAÇOES,MODELOS,
    REAÇOES,ESSES SAO OS MATERIAS USADOS PELOS QUIMICOS PARA DESCREVER O MUNDO.
    NO NOSSO DIA A DIA,A QUIMICA É MUITO IMPORTANTE E ESTA RELACIONADA EM QUASE TUDO,NA EVAPORAÇAO DA AGUA,NO COZIMENTO DOS ALIMENTOS,A QUEIMA DE UMA VELA,A GASOLINA TRANSFORMADA EM ENERGIA...
    O MUNDO É QUÍMICA.
    bruna,elena e cassio t:31

    ResponderExcluir
  55. Estudo da Ciência

    Débora Cristina da Luz e
    Luciana Armange de Oliveira
    Turma 13

    Introdução ao estudo da Química: A Química é a ciência que estuda as transformações que envolvem a matéria e a energia. Ela é uma ciência experimental e se prestarmos atenção a nossa volta, iremos notar que muitas transformações estão ocorrendo a todo o momento; algumas naturais e outras com a interferência do homem.
    As ciências naturais: Toda ciência é um conjunto organizado de conhecimentos. A Química, A Matemática, A Física e A Biologia formam as ciências naturais.
    A Química, em particular, estuda a natureza da matéria, suas prioridades, suas transformações e a energia envolvida nesses processos.
    A Química hoje: A Química é uma ciência construída através do diálogo permanente entre a teoria e a prática, ou seja, a razão aplicada à experimentação.
    Não se admite hoje a Química como uma ciência predominantemente prática, ela é uma ciência e como tal e raciocínio.
    Matéria: É tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Por exemplo, a madeira, o ferro, a água. A ausência total de matéria é o vácuo.
    Corpo: É qualquer porção limitada de matéria (como uma barra de cobre, um fio de aço).
    Objeto: É um corpo que tem uma finalidade ou um uso. Exemplo: um copo, uma cadeira e etc.
    Alquimia:No período de 300 a 1400 desenvolveu-se primeiramente em Alexandria, a alquimia. Zózimo de Panápolis, nascido no ano 300, é considerado o primeiro alquimista egípcio.
    Os alquimistas utilizaram a teoria dos quatro elementos para explicar as várias formas de composição da matéria. A manipulação da matéria, que ocorria havia milênios na oficina do artesão e que continuaria ocorrendo no laboratório do alquimista, baseava-se em conhecimentos anteriores.
    Acredita-se que os alquimistas nunca foram bem sucedidos em transformar metal em ouro.
    Na tentativa de provar suas crenças, examinaram e testaram praticamente todas as substâncias conhecidas, desenvolvendo assim boa quantidade de conhecimentos básicos relativos as propriedades de várias drogas e compostos químicos.
    Entre os séculos XVI e XVII desenvolveu-se importante etapa da alquimia. Foi neste período que seus adeptos articularam os conhecimentos experimentais e filosóficos da Medicina.

    Bibliografia:
    Química, Série Novo Ensino Médio, 2002, Antônio Sardella, Editora Ártica e Química, Volume Único, 2008, Olímpio Salgado Nóbrega, Eduardo Roberto da Silva e Ruth Hashimo

    ResponderExcluir